Mesma situação, atitudes distintas

Ronaldo e Roberto Carlos, Ambos com carreiras vencedoras, entretanto as atitudes de um e de outro traduzem o que são e o porque de onde chegaram.

Roberto Carlos recentemente anunciou à impressa que deixaria o Corinthians por conta da perseguição que vem sofrendo dos torcedores após a derrota do time para o Tolima na Pré-libertadores (ele que nem sequer jogou a partida contra o Tolima, alegando dores na coxa). A verdade se mostrou outra após a informação do acordo milionário para jogar por um time russo. (veja: Clube europeu vai pagar mais de R$ 22 milhões ao lateral-esquerdo, que na última sexta-feira rescindiu contrato com o Corinthians).


Ronaldo, por outro lado, com sua trajetória que dispensa apresentatação, e a despeito das cobranças e queixas da torcida, muito maiores do que as atribuídas a Roberto Carlos; prefere pedir desculpa por não ter alcançado o objetivo e enaltecer a torcida, disse: “Mas, dessa torcida brasileira toda, eu quero agradecer a do Corinthians. Nunca vi uma torcida tão vibrante, tão apaixonada e tão entregue ao seu time de futebol. É certo que em algumas vezes essa cobrança por resultado a torna agressiva e fora do controle. Mas eu não me imaginava viver sem o Corinthians. Agradeço ao Andrés, que é meu irmão, e digo que continuarei ligado ao clube da maneira que ele quiser. Muitas vezes vocês vão me encontrar torcendo pelo Corinthians no estádio. Aproveito e peço desculpas publicamente pelo fracasso no projeto da Libertadores.”

Suas atitudes realmente traduzem suas carreiras, Ronaldo enche páginas e páginas dos principais veículos de mídia nacionais e internacionais, agora que anunciou sua carreira. Veremos Roberto Carlos.

About César

Empreendedor e desenvolvedor de soluções em negócio para web nas tecnologias Java EE e SE, Flex, Ruby, PHP, entre outras. Possui formação em Publicidade e propaganda, Administração financeira e desenvolvimento de software. Nas horas vagas Sushi-man, pianista amador e apreciador de cinema.